Curto e claro

Curto e claro

Os jornalistas da Folha de S.Paulo não estão batendo bem das ideias. Escreveram que o discurso do presidente Jair Bolsonaro (foto) foi agressivo à ONU e atacou países. A fala de abertura de Bolsonaro na sessão da ONU foi de uma clareza meridiana mostrando, de A a Z, a situação caótica que encontrou o Brasil, devendo trilhões, fruto da falta de caráter e desonestidade dos que comandaram a gestão anterior.

Sobre a Amazônia, foi curto e claro: “A Amazônia é nossa”. Não é qualquer Guiana (leia-se a Francesa) que vai querer se meter no pulmão do mundo.